Big Studios

Entenda porque o 3D ganha cada vez espaço na publicidade e porque 

não apostar nele pode ser um tiro no pé!

Como quase tudo nessa vida, a maneira de produzir vídeos publicitários mudou. Aliás, está mudando. E o que mais observo nessa mudança é a tal da otimização das verbas publicitárias. 

Com a multiplicação dos meios, a informação se diluiu e ficou mais rápida, tanto na transmissão quanto no consumo. Antes produzíamos um filme importante com uma verba polpuda para veicular 30 segundos no Jornal Nacional. Hoje, se fizermos somente isso, corremos um enorme risco do comercial virar paisagem, não atingirmos o público alvo e consequentemente os objetivos do marketing da empresa. 

Mas o que tudo isso tem a ver com o 3D, afinal de contas? 

Ora, num mundo onde temos que otimizar a produção cada vez mais, essa ferramenta vem se destacando como um aliado poderoso na solução de diversos problemas de produção.

O 3D possibilita humanizar objetos e caricaturizar pessoas, criar emoções, construir lugares e recriar situações. É uma alternativa para enriquecer seus roteiros e transmitir sua mensagem por meio da fantasia ou até mesmo reconstruir a realidade.

Imagine o seguinte roteiro: “…o protagonista acorda em seu quarto e pela janela podemos ver a torre Eiffel”. Bem, tempos atrás essa cena só seria possível se deslocássemos toda a equipe de produção para Paris. Sim, seria uma delícia, mas muito caro. Qual a solução? 3D. 

Reconstruo o cenário digitalmente e “voilá”, estamos em Paris.

O 3D portanto não é só uma ferramenta que cria personagens bonitinhos. Ao longo dos últimos anos vem se tornando um instrumento poderoso em qualquer tipo de produção, desde desenhos animados até batalhas épicas entre o bem e o mal. 

Assistam qualquer making of de Game of Thrones e fiquem chocados com a quantidade de cenas que foram reconstruídas digitalmente. Filmes de ação? Hoje em dia quase não se usam dublês. Escaneia-se o personagem principal, se reconstrói ele no computador e o aplica em qualquer situação de perigo: num penhasco, no fundo do mar ou numa batalha intergalática. 

Tudo isso é 3D!

O mercado publicitário está descobrindo essa ferramenta aos poucos. O automobilístico, por exemplo, já quase não fotografa seus carros. E os motivos são vários: por um lado tem os custos do seguro, logística e verbas cada vez mais enxutas, e por outro, o 3D possibilita uma infinidade de ferramentas novas como um mergulho da câmera dentro do motor do carro que seria praticamente inviável no mundo analógico. 

As companhias de aviação, transportes e caminhões também vêm seguindo os mesmos passos. A indústria alimentícia, pasmem, começa a descobrir as possibilidades do universo digital. Muitos alimentos que vocês assistem na televisão, olha só, não são naturais, são digitais. 

E tem mais, muito mais: embalagens virtuais, logos voadores, personagens animados, realidade virtual e por aí vai. O uso da criatividade no 3D é infinito. 

E por falar em criatividade, os brasileiros têm se mostrado exímios artistas 3D. Nossa mão-de-obra nunca foi tão procurada e tão exportada quanto agora. Inúmeros brasileiros estão participando cada vez mais das superproduções hollywoodianas. 3D também é orgulho nacional.

O uso de animações em 3D, mais do que uma tendência, 

é uma realidade que se torna cada vez mais frequente, 

constante e necessária na propaganda.

Logo, numa era em que tanto se fala em conteúdo, a forma como ele se apresenta é essencial para os bons resultados de uma campanha. Views, curtidas, replays, compartilhamentos, alcance, audiência e acima de tudo, relevância. 

Existem várias maneiras de contar uma história e divulgar uma marca e o 3D está aí para expandir as possibilidades. Tudo isso tem chamado a atenção nos últimos anos pela criatividade, beleza e magia que os recursos oferecem. 

Então, já que é preciso inovar a cada storyboard e se diferenciar a cada filme, conte com quem dá vida e movimento à sua história e coloque sua imaginação na tela. 

Para saber mais sobre tudo o que a Big Studios pode fazer pelo seu roteiro, siga-nos em nossas redes ou entre em contato!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.